Como Assim? Mila Kunis e o desleixo

Mila Kunis spotted leaving her hotel make-up free

Tem dias que acordamos cansadas, sem disposição para se arrumar, ajeitar o cabelo, passar uma maquiagem, e  só queremos ficar na cama “preguiçando” e vendo um bom filme, pedir comida pronta e não colocar o pé fora de casa. Tudo bem, é ok, não tem nada demais nisto, mas para tudo tem limite.

Nenhuma mulher é obrigada a gostar de maquiagem e moda, ou a ser super vaidosa, mas o cuidado com a aparência é uma necessidade do dia a dia. Acho muito estranho quando vejo pessoas no supermercado, no banco ou mesmo no shopping com aquela cara do jeito que acordou, cabelos desgrenhados e por aí vai.

Estava planejando uma viagem e fui a uma agência que uma amiga me recomendou ver roteiros e preços, lá fui atendida por uma moça muito atenciosa, mas com uma aparência tão desleixada que me chamou atenção; ela falava e eu não conseguia tirar o olhar daquele cabelo meio oleoso, mal arrumado em um coque semi-preso, as unhas quebradas de tamanhos diferentes e com o esmalte descascado de várias semanas, sem falar do rosto “lavado”. Você pode me tachar de fútil, que só dá importância a aparência, mas a questão não é esta, eu só imaginava que aquela moça não se preocupava nem com ela, com os pequenos detalhes da vida dela de mulher (casada), que ganha relativamente bem e que trabalha lidando com o público, vendendo um produto caro. Como eu poderia confiar que ela iria se preocupar com os detalhes da minha viagem?

A verdade é que não há como negar que a nossa aparência pode contar muito a nosso favor, ou contra nós.

Para mim a coisa mais natural do mundo é seguir um pequeno ritual pela manhã, tão natural quanto escovar os dentes, é pentear o cabelo, lavar o rosto com um produto específico, usar um hidratante com filtro solar, isto, se vou ficar em casa. Para sair, mesmo que seja para ir a padaria da esquina, tenho que passar um pozinho e um gloss, é da minha personalidade, da minha natureza.

Minha avó costumava dizer: “Quem não se ajeita, por si se enjeita” e é a pura verdade! Mais importante do que a beleza é o cuidado. Quantas pessoas você conhece que possuem traços faciais lindos, um cabelo de comercial, mas que não se cuidam, relegam sua aparência e acabam se apagando, enquanto outras, nem tão belas, mas que gostam de se cuidar, acabam sendo mais notadas?

Você pode até achar que isto só é importante para nós, reles mortais, enquanto que os famosos, que já alcançaram uma certa posição nem se preocupam com a imagem, mas não é bem assim, quero falar de  Mila Kunis como exemplo: A atriz de quase 30 anos é linda, todo mundo sabe disto, mas tem a mania terrível de ser super desleixada com sua imagem no dia a dia, sendo sempre vista descabelada, com cara de ressaca, usando conjuntos de moletom, mesmo em viagens românticas ao lado do gatíssimo namorado Asthon Kutcher. Em noites de tapete vermelho Mila capricha e chega até parecer outra pessoa.

A Dior planejou uma grande campanha e selecionou três atrizes que se encachavam no perfil desejado e entre elas estava Mila, que em função de seu estilo sexy era a favorita, e inclusive, a atriz já havia estrelado uma campanha da marca. Pois bem, após minuciosa avaliação o alto escalão da empresa eliminou Mila justamente porque sua imagem fora das telas e do tapete vermelho não condizia com a imagem que a empresa gostaria de passar. A notícia circulou em vários sites internacionais, em tempos de paparazzis, sites e revistas especializadas, os looks descuidados de Mila estão a vista de todos, ou seja, ela perdeu um grande contrato publicitário para uma marca super conceituada simplesmente por desleixo.

 

Não é preciso ser fashionista nem maquiadora profissional, mas cuidar da aparência é importante sim, e nunca é demais lembrar disto. Estou aqui no blog sempre falando do que é tendência, do que está na moda, mas a principal tendência que temos que seguir é cuidarmos de nós, de nossa saúde e de nossa imagem, que pode não ser tudo, mas vale muita coisa.

Muitos beijos

Cris.

@crisknuttz

Gostou deste post? Veja estes outros!

Comentários via Facebook:

Deixe uma resposta